top of page
Buscar

Coalizão pelo Pampa manifesta-se à Ministra do Meio Ambiente e ao Presidente do Ibama

A nomeacão de Marina Silva como Ministra de Meio Ambiente e Mudança do Clima, seguida de uma série de medidas que começam a reverter o desmanche ambiental do governo brasileiro que antecedeu a vitoriosa chapa Lula e Alckmin, ventilaram com ares de esperança e renovacao a conservacionistas, ambientalistas, povos e comunidades tradicionais, pesquisadores e toda aquela parte da sociedade brasileira preocupada com o futuro do Planeta e, juntamente, com a sustentabilidade do nosso país.


Avançando ainda mais, a Ministra nomeou o ambientalista Rodrigo Agostinho como presidente do IBAMA, órgão ambiental brasileiro com importante história na protecão da natureza e que precisa ter sua atuacao resgatada, reforçada e ampliada após também ter sofrido no periodo de obscurantismo que rescentemente se encerrou na política brasileira.



Nesse espírito de oportunidades para a conservação e uso sustentável da biodiversidade, 21 instituicoes que integram a Coalizão pelo Pampa, das quais o Instituto Curicaca faz parte, assinaram ofício enviado à Ministra Marina solicitando a "participação na construção de todos os instrumentos e políticas de gestão ambiental e territorial que afetem o Pampa, que sabemos serão desenvolvidos com grande intensidade pelo governo que inicia, e antecipadamente na construção já prevista do Plano de Ação para a Prevenção e Controle da Supressão do Pampa, destacando as ações de conservação, uso sustentável, monitoramento e fiscalização, e a importante inserção dos interesses dos povos e comunidades tradicionais."


E a Coalizao decidiu ir além, pois é necessário potencializar ao máximo as oportunidades e não perder tempo, portanto, sugeriu um perfil e um nome que cumpre a demanda para assumir a Superintendência do Ibama no Rio Grande do Sul.


"Almejamos ter como superintendente uma pessoa que tenha um perfil técnico para dar suporte às suas decisões, que ofereça capacidade para os desafios da gestão pública, que esteja disponível para o diálogo e a cooperação com a sociedade civil organizada e a academia, que tenha vasta experiência prática de atuação pelo bioma e que tenha compromisso com a nossa Carta pelo Pampa. Nesse sentido, destacamos a pró-atividade e engajamento do Analista Ambiental Rodrigo Dutra da Silva, que tem colaborado imensamente nas ações de preservação e conservação deste importante bioma, sendo suas qualidades reconhecidas pela Coalizão pelo Pampa, e atestadas no currículo Lattes (em anexo). Desta maneira os participantes da Coalizão encaminham para vossa análise o nome de Rodrigo Dutra da Silva para a Superintendência do IBAMA no Rio Grande do Sul"


O ofício pode ser acessado na íntegra aqui:


Ofício MMA planos e indicação
.pdf
Fazer download de PDF • 623KB

Comments


bottom of page