top of page
Buscar

Curicaca leva artesanato com palha de butiá de Torres ao registro de patrimônio do Rio Grande do Sul

O evento de assinatura do registro do Modo de fazer artesanato com palha de butiá na Região de Torres como patrimônio cultural imaterial do Rio Grande do Sul foi emocionante. A atmosfera era de muita sensibilidade com as detentoras do saber que vieram do Litoral Norte para estarem ali representando uma comunidade que há mais de seis gerações transmitem esse saber de mãe pra filha. Elas estavam radiantes, cheia de um orgulho que até então só tinha aparecido nas entrevistas durante a pesquisa realizada pelo Instituto Curicaca.



O Diretor do IPHAE, Renato Savold, se emocionou citando frases de uma das artesãs presentes que foram transcritas no inventário. O Prefeito de Torres, Carlos Souza, lembrou que o trançar esteve também em sua infância. A Secretária Estadual de Cultura, Beatriz Araújo, conversou de maneira muito próxima com as artesãs em meio ao choro das lembranças da mãe falecida que não pode estar presente. Todas as autoridades agradeceram o enorme empenho do Instituto Curicaca em ter conduzido os esforços de pesquisa, salvaguarda e elaboração da proposta que nos trouxe até aqui.


Nossa Coordenadora de Educação e Cultura, Patrícia Bohrer, fez uma fala síntese de todo um processo, que pelos 20 anos que acumulou desde o início dos trabalhos da ONG em 2003 foi difícil de resumir em 5 minutos. Ao final, destacou que "Ao honrarmos e preservarmos essa prática, estamos contribuindo para a construção de um futuro em que a cultura é valorizada e celebrada. Que este momento seja o início para uma nova jornada para a qual, nós do Instituto Curicaca, reafirmamos nossa plena disposição e compromisso".




bottom of page