top of page
Buscar

Expedição Floresta Atlântica Extremo Sul



Partindo de uma ilha do Atlântico Sul, testemunha da separação entre as Américas e a África, e atravessando dunas, campos e florestas até o Salto do Yucumã, no Rio Uruguai, na Argentina, o Instituto Curicaca visita suas áreas de atuação de leste a oeste na Mata Atlântica do extremo sul do Brasil.


A expedição é organizada com o parceiro Synchronicity Earth , que apoia o Curicaca em alguns projetos. Será gravada pelo premiado cineasta ambiental Chris Scarffe. Os anfíbios foram escolhidos como elo no território, pois são foco de conservação de ambas as ONGs. Eles foram os primeiros vertebrados a conquistar a terra seca do mar e suas pegadas estão por todo o planeta.


Com eles, partindo do Oceano Atlântico, percorremos os pântanos da Restinga de Itapeva, as matas da planície litorânea, as matas alagadas, as bordas dos cânions, o Perau do Janeiro até chegar às matas missionárias do Alto Uruguai, onde a rã-touro infesta como espécie invasora.


O percurso, porém, é mais diversificado e conheceremos o trabalho dos jovens das comunidades locais, artesãos da palha do butiá, nossa reserva particular, medidas de controle de atropelamentos, produção de erva-mate ecológica, restauração florestal, conservação da onça-pintada e as diversas áreas protegidas com quem trabalhamos nos últimos 26 anos, explorando a natureza, a cultura e a socioeconomia sustentável.


Junte-se à nossa equipe em mais uma aventura de desafios revelados em cada parte da expedição.

Comments


bottom of page