Buscar

Finalmente praia junto ao Parque de Itapeva terá controle de veículos

Finalmente uma ação mais concreta e consequente em relação ao uso da faixa de praia em frente ao Parque Estadual de Itapeva, no Rio Grande do Sul. Embora as restrições de uso tenham sido claramente estabelecidas no Plano de Manejo da UC em 2005, haja uma lei estadual que proíbe o trânsito de veículos na praia e uma determinação da Fundação Estadual de Meio Ambiente - FEPAM - para que a Prefeitura de Torres faça a limitação e o controle do trânsito, há muitos anos os atores envolvidos não conseguem encontrar uma solução efetiva. 



Foi necessário, mais uma vez, o Ministério Público Federal vir colocar seu braço para determinar uma atuação urgente (veja matéria no site do MP). Os veículos colocam em risco a biodiversidade e as próprias pessoas. No verão passado, por exemplo, encontramos filhotes de aves marinhas que nidificam no Parque atropelados e esmagados por algum veículo circulante. Até remoção de areia foi para utilização em aterros, desvirtuando licenças ambientais concedidas, foi detectada, como mostra a foto.


Com essa ação do Ministério Público, espera-se haver tempo suficiente para que no veraneio de 2016 a situação seja bem diferente de hoje. O que é realmente necessário, é que a praia passe a ter um responsável claro, objetivo. Uma praia que é patrimônio da União, que tem gestão pelo Município, mas que é zona de amortecimento de UC regrada pelo Estado, não pode dar certo. 


A praia precisa ser incorporada ao Parque, passar a ter sua gestão feita pela SEADS e ter um uso público diferenciado. Ele deve ser regrado e harmonioso com a natureza. O ambiente pode estar disponível para os veranistas, turistas e moradores sem a necessidade da entrada de carros e todos ganham com isso. Uma situação seria, inclusive, geradora de serviços e economia para a população local. Garantiria um espaço de lazer e recreação junto ao mar diferenciado em toda a Região Sul do Brasil.

CURIO1.png