Buscar

Gestão participativa no Parque da Lagoa do Peixe é novamente postergada

O Curso de capacitação para gestão participativa no Parque Nacional da Lagoa do Peixe, que teria seu primeiro encontro nos dias 9, 10 e 11 de agosto, foi cancelado. A administração do parque informou no início da semana passada que faltaram verbas para a realização das atividades.


O gestor da Unidade de Conservação (UC), Eduardo Burgueño, explicou que parte do recurso, que seria proveniente do ICMBio, não estava disponível no momento em que seria utilizado. A programação do curso já estava pronta e o edital para seleção dos participantes também já havia sido realizado, mas, segundo ele, sem essa verba fica inviável a continuação do processo.


O Instituto Curicaca faz parte do Conselho da UC, que está desativado desde 2008, e vem buscando há tempos junto ao ICMBio a reorganização e retomada desse fórum colegiado vital à efetividade do Parque. A ONG participou do planejamento do curso, que teria como objetivo qualificar a sociedade para o processo, e vem atuando como parceiro na sua realização. A ideia era mobilizar lideranças e representações da comunidade local e setores afetados para uma construção participativa, que seria possível através de aulas teóricas – com conteúdos que iriam desde as especificidades do Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza até as características do local – e também de encontros práticos, através de saídas de campo com roteiros baseados na teoria estudada.


O Curicaca dedica um esforço significativo para apoiar, fortalecer e até mesmo criar Conselhos de Unidades de Conservação, que não podem ficar apenas no papel, mas exercer com plenitude sua função de ser o espaço para a negociação de conflitos e cooperações em prol das áreas protegidas. Esse importante passo que estava para ser dado deveria ser prioridade nas políticas públicas e o cancelamento por falta de recursos fragiliza a proposta do ICMBio de fortalecer e consolidar a gestão participativa em UCs. A expectativa é que as condições se restabeleçam e o curso volte para a agenda o quanto antes mantendo a meta de termos o Conselho do Parque Nacional da Lagoa do Peixe reorganizado já no início de 2013.

CURIO1.png