Buscar

Instituto Curicaca é o novo membro do Conselho da APA do Banhado Grande

Em reunião realizada na última segunda-feira (2), na Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, o Conselho Gestor da Área de Proteção Ambiental (APA) do Banhado Grande decidiu unanimemente pela entrada do Instituto Curicaca no referido grupo.


A partir da participação da ONG em uma reunião do Conselho em que foi apresentado o Programa de Conservação do Cervo-do-pantanal no Rio Grande do Sul (PROCERVO) e da relação de parceria no projeto com a gestora da Unidade de Conservação, Luísa Lokschin, surgiu o convite, que foi aceito pelo Curicaca e aprovado, então, nesta segunda-feira.


A APA do Banhado Grande tem sido um dos cenários da atuação do Curicaca nos últimos anos. Localizada nos municípios de Viamão, Glorinha, Santo Antônio da Patrulha e Gravataí, a UC abrange o Assentamento Filhos de Sepé e o Refúgio da Vida Silvestre Banhado dos Pachecos, áreas em que a ONG vem trabalhando desde 2010. As atividades de educação ambiental, o planejamento de corredores ecológicos e o PROCERVO são exemplos dos trabalhos do Curicaca que vão de encontro aos objetivos da existência da APA. A preservação dos banhados, a conservação do solo e dos recursos hídricos e a proteção da fauna e da flora nativas da região são alguns dos propósitos comuns.


A presença do Curicaca no Conselho traz benefícios para os dois lados. Atualmente, o PROCERVO abrange tanto o Refúgio da Vida Silvestre, que é uma Unidade de Conservação de proteção integral, quanto a APA e é com ela que mais interage nas ações pelo uso sustentável do ambiente natural. O maior envolvimento da ONG com a gestão desta Unidade de Conservação menos restritiva possibilita o aperfeiçoamento do projeto, já que o cervo-do-pantanal ocupa todo o espaço dos banhados.


Por outro lado, a entrada do Curicaca no Conselho também pode colaborar com o funcionamento da APA, já que aporta uma experiência de quinze anos trabalhando com Unidades de Conservação e comunidades de seu entorno. Nessa caminhada a ONG ajudou a criar e fortalecer a grande maioria dos conselhos de UC existentes no Rio Grande do Sul e essa nova interação é promissora.

CURIO1.png