Buscar

Programa de Educação Ambiental é apresentado a educadores de Viamão

Quarta-feira, 20, o Instituto Curicaca apresentou seus projetos em andamento a cerca de 40 professores das escolas rurais de Viamão. A atenção se voltou especialmente para a iniciativa de Educação Ambiental que está sendo desenvolvida na Escola Municipal Nossa Senhora de Fátima, localizada no Assentamento Filhos de Sepé. A palestra fez parte da programação do Congresso sobre Formação Continuada de Professores de Viamão que está acontecendo entre os dias 18 e 22 de julho.



O programa de Educação Ambiental do Curicaca já foi desenvolvido em diversos municípios do estado, ao longo da trajetória de 14 anos da ONG. Em Viamão, desde o início de 2010, em uma parceria com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), o Curicaca realiza uma experiência nova: integrar a Educação Ambiental ao currículo escolar.

Foi realizado, no segundo semestre de 2010, um Minicurso de Educação Ambiental para os professores da escola Nossa Senhora de Fátima. A formação teve sete encontros de quatro horas cada. A abordagem foi transversal  e sistêmica, os mediadores do Curicaca ministraram atividades  elucidando conceitos como meio ambiente, educação ambiental, ecossistema e biodiversidade. Refletindo sobre questões ambientais do cotidiano, foi possível fornecer subsídios aos professores para a Educação Ambiental ser trabalhada em sala de aula. O minicurso também pode criar um ambiente propício para o desenvolvimento individual  e coletivo dos educadores.

“O programa de Educação Ambiental, desenvolvido pelo Curicaca, sempre procura agregar a comunidade e o seu patrimônio cultural, tentando incorporar os saberes locais nas atividades educativas”, explicou Alexandre Krob, durante a palestra. Na escola Nossa Senhora de Fátima, antes de o Instituto começar suas atividades, já havia um proposta de criação de uma horta. “Observando a demanda, o Curicaca abraçou e incorporou a horta no projeto da escola”, conclui Krob.

Os professores levantaram necessidades em suas escolas na área de ambiental, refletindo uma demanda já apontada pelos diretores das instituições. Em maio deste ano, os dirigentes das escolas rurais de Viamão, em reunião com o Curicaca, observaram essa lacuna na formação dos alunos.

CURIO1.png