Buscar

Qualificação para participação social no Parque da Lagoa do Peixe terá início em junho

A cooperação entre o Instituto Curicaca e o Parque Nacional da Lagoa do Peixe para a qualificação da participação social no processo de gestão tomou dimensões concretas nos dias 29 e 30 de março. O coordenador técnico do Curicaca, Alexandre Krob, esteve presente no encontro com gestores da Unidade de Conservação realizado em Mostardas (RS), para o planejamento do curso que será ministrado aos futuros membros do Conselho do Parque.


O principal objetivo do curso é construir condições para uma reorganização do Conselho Consultivo, que está desativado desde 2008, a partir da mobilização da sociedade local para a participação e a seleção dos conselheiros. As aulas serão distribuídas em quatro encontros, que acontecerão em junho, agosto e novembro de 2012 e início de 2013, e incluirão saídas de campo ao Parque com roteiros construídos com base nos conteúdos estudados. A previsão é de que a aplicação de ações para a reestruturação do Conselho tenha início imediato ao término do curso.


Os temas abordados incluirão a importância da gestão participativa; o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza; as características específicas do Parque Nacional da Lagoa do Peixe, que envolve os objetivos da sua existência, as espécies que nele vivem, seus ambientes e ecossistemas, a relação entre Parque e sociedade, entre outros; e a oportunidade para o desenvolvimento local.


Além do Curicaca, participaram da oficina membros da ONG Mater Natura, de Curitiba (PR), que vem apoiando esse processo em Unidades de Conservação da região Sul.

CURIO1.png