Buscar

Reformas no roteiro metodológico para RPPN prometem mais simplicidade

O roteiro metodológico para elaboração de plano de manejo para Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) passou por reformulações após terem sido constatadas lacunas no roteiro anterior, de 2004. Na nova proposta, elaborada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o plano de manejo permitirá ser relacionado de forma mais objetiva às metas da RPPN.


Os dez anos sem reformas no roteiro serviram como forma de avaliar que os métodos aplicados não obtiveram uma boa adesão por parte dos proprietários das reservas, tendo em vista que, hoje, apenas 5% das RPPN têm seus planos de manejo aprovados. Diante disso, a reformulação do roteiro busca contemplar, através de um documento mais objetivo, tanto aos proprietários que desejam apenas conservar sua área, quanto àqueles que pretendem realizar atividades de uso público a UC.



De acordo com o ICMBio, o novo Roteiro Metodológico "pretende atender aos distintos proprietários de RPPN, ao mesmo tempo em que facilite o monitoramento e a avaliação institucional das RPPN no contexto do Sistema Nacional de Unidade de Conservação da Natureza (SNUC)". O documento contempla sugestões da Comunidade de Ensino e Aprendizagem em Planejamento de Unidades de Conservação, da qual o Instituto Curicaca faz parte, principalmente, para que o foco do planejamento sejam os programas de gestão (http://bit.ly/1fhAu55). O planejamento da RPPN Mata do Professor Baptista, que tem cogestão pelo Curicaca e está sendo elaborado pela equipe da ONG, já leva está perfeitamente alinhado com as novas diretrizes. 


Leia o Roteiro na íntegra através do link http://bit.ly/1Mkdctm

CURIO1.png