Monitoramento do veado-galheiro (Odocoileus virginianus) no Parque Nacional do Viruá, Roraima

Em 2018 expandimos nosso trabalho ao outro lado do país, aceitando mais um desafio em prol da conservação em parceria com o Departamento de Ecologia da UFRGS. O Parque Nacional do Viruá é a Unidade de Conservação brasileira de maior diversidade de vertebrados conhecida e recentemente incluída como sítio Ramsar. Ela exerce um papel fundamental na conservação da Amazônia por proteger um particular e megadiverso mosaico de Campinaranas Amazônicas. Entretanto, estudos do Plano de Manejo indicaram que, para garantir a conservação e gestão da UC, seria necessária sua ampliação, buscando a proteção de nascentes, assim como a efetividade da prevenção e combate às principais ameaças.


Com a ampliação do PNV, uma das espécies associadas a esses ambientes que pode se beneficiar é o veado-galheiro (Odocoileus virginianus), considerado o cervídeo menos conhecido do Brasil, constando como “DD” na Lista Nacional de Espécies Ameaçadas.


Neste projeto esperamos fortalecer o processo de expansão do PNV, avaliando a importância da área para a integridade de uma das únicas populações conhecidas de veados-galheiros no país. Além disso, elaboraremos um Plano de Ação para conservar a espécie na região. Para isso, acessaremos a dinâmica da ocupação e abundância dos veados-galheiros nas campinaranas do PNV e área de expansão utilizando amostragens com drones, que ocorrerão em campanhas de amostragens aéreas com duração de 15-20 dias, em duas estações do ano, durante dois anos.

O uso de drones como uma ferramenta promissora para o monitoramento da biodiversidade em UCs e os resultados do projeto serão divulgados através de vídeos e notícias nas nossas redes sociais (site, facebook e newsletter) e trabalhos científicos abordando as novidades e potencialidades dos métodos utilizados. Com os vídeos pretendemos estimular potenciais usuários a replicar as abordagens em outras UCs, podendo ser usado também com outras espécies ameaçadas.. Não deixe de acompanhar!
 

Situação - em andamento

 

Parceiros - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Parque Nacional do Viruá do ICMBio, WWF Brasil, Museu Nacional do Rio de Janeiro, Fiocruz
 

Financiador - Fundação O Boticário de Proteção à Natureza

Equipe Técnica - Instituto Curicaca: Andreas Kindel (Coordenador Técnico), Ismael Brack, Alexandre Krob, Beatriz De Aquino Ribeiro Lisboa, José Luis Passos Cordeiro, Luiz Flamarion Barbosa De Oliveira e Marcelo Oliveira Da Costa

Objetivos.jpg
15 Vida Terrestre.png
CURIO1.png