Zoneamento do Parque Estadual de Itapeva

Conforme prevê o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), o Plano de Manejo das Unidades de Conservação (UCs) devem ser revistos a cada cinco anos. Em 2015 o Parque Estadual de Itapeva iniciou a revisão do seu Plano de Manejo, quando foi criado um Grupo de Trabalho para propor o formato como essa revisão seria feita. O objetivo foi garantir a integridade dos ecossistemas e dos valores culturais, além de possibilitar o uso responsável dos recursos naturais - seja para pesquisa, visitação pública, exploração sustentável ou manutenção de habitats e paisagens (Fonte: WWF).


O conselho da PEVA acompanhou esse processo e foi protagonista e co-executor, por meio de grupos de trabalho e reuniões decisórias que aprovam, reprovam ou reorientam as decisões. A revisão de algumas zonas do Parque, como os limites da zona de amortecimento e a definição dos regramentos e orientações para os usos que nela venham a ocorrer, possui um grande histórico de conflitos como no licenciamento de loteamentos e condomínios, implantação de estradas, circulação de veículos, áreas para mineração, aterro controlado de lixo, dentre outros.


Devido à experiência do Curicaca com o Plano de Uso público e outras atividades realizadas desde a sua criação, no Parque de Itapeva, fomos contratados, em um edital de 2017, para realizar essa etapa da revisão do Plano de Manejo. Atendendo ao estabelecido no TdR, os serviços serão realizados dentro das seguintes etapas:

Parte I - Sistematização dos dados contidos no processo administrativo que versa sobre a
revisão do Plano de Manejo do PEVA;
Parte II - Elaboração e execução de 5 oficinas nas microrregiões do entorno do PEVA e 2
oficinas devolutivas, integrando todos os participantes das oficinas iniciais, para que haja
uma efetiva participação da comunidade na construção do zoneamento.;

Parte III – Entrega da proposta final para o zoneamento da Unidade de Conservação e Zona
de Amortecimento, contendo a indicação de ações e regramento por microrregião.

 

Situação: concluído


Equipe: Alexandre Krob, Andreas Kindel, Caroline Zank, Bruna Arbo Meneses e Rodrigo
Becker


Financiamento: Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA/RS) 


Parceiros: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Parque Estadual de Itapeva

CURIO1.png