Buscar

Errata: Butia quaraimana é o mesmo Butia yatay

No dia sete de janeiro, publicamos uma matéria sobre o butiazal de Quaraí, sua situação atual, potencialidades e parceria do Instituto Curicaca com a Fundação Luterana de Diaconia para sua conservação e uso sustentável. Nos referimos à espécie como sendo endêmica, o que se trata de um equívoco. Nossa atenção para o erro foi chamada pelo botânico Martin Molz, que coordenou a revisão das palmeiras para a nova Lista de Espécies da Flora Ameaçada no Rio Grande do Sul.


Segundo Martin, o Butia quaraimana trata-se, na verdade, de uma sinonímia do Butia yatay, que ocorre em algumas outras áreas do Rio Grande do Sul e também no Uruguai. Lamentamos o erro, que pode ter alimentado uma falsa realidade para a biodiversidade da região.



Ressaltamos, porém, que as características daquela população são peculiares e que, mesmo não se tratando de espécie endêmica, uma atenção especial ao butiazal de Quaraí é necessária, já que se encontra em uma área de isolamento genético. Como está sob pastorei ovino e bovino, sem ações de manejo poderá acarretar em dificuldades para a sua viabilidade futura naquela área.


Para os moradores da região, os aspectos científicos não mudam em nada o reconhecimento popular de que estamos falando do butiá-de-quaraí, cujos frutos, segundo os criadores, conferem um gosto único e muito especial à carne de ovelha criada ali.

CURIO1.png