Buscar

Onça-pintada cruzando o Salto do Yucumã: será que tem futuro?

Algo incrível aconteceu nesse final de semana no Parque Estadual do Turvo. Uma onça-pintada foi filmada por turistas atravessando o Salto do Yucumã. O animal saindo de dentro do Parque Provincial Moconá, na Argentina, veio de uma pedra para outra em meio à água, até que foi arrastado pela correnteza, caiu no canal e saiu mais a frente entrando na floresta do parque brasileiro. O vídeo já está nas televisões e nas redes e deve ser visto e analisado com múltiplos olhares.


O primeiro, o mesmo que extasiou os turistas que fizeram o registro, é ter a imagem desse felino em uma interação na natureza. E que interação!!!! Elas estão lá, cruzando de um lado para o outro no Rio Uruguai, uma vez que são ótimas nadadoras e o território da população é contínuo, sendo que o rio não é uma barreira intransponível para essa espécie. Mas em seguida vem a pergunta: por que o animal teria tentado a travessia num local tão difícil e arriscado? E isso nos leva a evitar ufanismos e colocar a situação mais dentro do contexto.

A hipótese da equipe do Instituto Curicaca é que foi acuada do outro lado e teve que fugir. Quando isso acontece, os animais silvestres não medem esforços e nem tem tempo para avaliações de risco. Os guarda-parques argentinos foram avisados pelos guarda-parques brasileiros e mandaram uma patrulha para averiguar possíveis causas. Caçadores? Grupo de turistas? Cães? São hipóteses possíveis. Ainda não temos um retorno. A preocupação se justifica porque em 2020 uma onça-pintada foi caçada na Reserva de Biosfera de Yaboti (ARG), logo ali do outro lado.

A outra questão preocupante é a pergunta que a onça deveria fazer-se, mas não pôde: pra onde vou? A situação do maior felino das Américas no Parque Estadual do Turvo anda bastante complicada. Com certeza não é o melhor lugar para as onças que vem da Argentina. Em 2018, um estudo realizado por pesquisadores da UFRGS identificou três machos dentro da UC. Como relatamos anteriormente, os guarda-parques nos informaram em 2019 que um deles fora abatida dentro da Unidade de Conservação gaúcha, nas proximidades do Rio. Na semana passada, soubemos deles que outro foi abatido também dentro da área protegida, dessa vez na proximidade de uma propriedade vizinha.

O balanço é o seguinte. Em 2018 tínhamos 3 indivíduos machos na área do PE do Turco, o Turuna, o Yabotí e o Jonas (ou Boca Braba). Em 2019 restavam 2, no primeiro semestre de 2021 restava 1 e agora, no segundo semestre, voltamos a ter 2 indivíduos com esse que chegou da Argentina. A redução já estava sendo identificada pelo Biólogo e guarda-parque Carlos Kuhn, que não tinha mais registros o Turuna desde 2019, não teve mais registros do Jonas e o último registro do Yaboti foi em maio de 2021. Os dados, somados aos relatos e visualização, mostram claramente que o PE do Turvo é um sumidouro para a população de onças-pintadas que ocupa o Corredor Verde desde o Pontal do Paranapanema passando pelo Parque Nacional de Iguaçu. Isso gera enorme preocupação nas instituições que atuam pela conservação da espécie no Corredor Trinacional – Brasil, Argentina e Paraguai. Se fôssemos dar um nome a esse que acaba de entrar, qual seria o mais adequado? “Bem vindo” ou “Mais um”?

Só preocupação não basta! Se quiser saber o que o Instituto Curicaca em parceria com o WWF-Brasil, a UFRGS e os guarda-parques do Turvo estão fazendo para reverter esse quadro, acompanhem a gente em nossas redes sociais.

Veja outras notícias do Instituto Curicaca com ações em curso

Curso de atualização no controle à caça de animais silvestres fortalecerá a proteção da onça-pintada - https://bit.ly/3fjLzUY Instituto Curicaca lança podcast sobre a relação entre caça, zoonoses e pandemias - https://bit.ly/3C8WydF Parque Estadual do Turvo continua sendo campo de caça no Rio Grande do Sul - https://bit.ly/3jgvhgF Técnicos e pesquisadores de várias instituições definem abordagem conjunta para avaliar a população da onça-pintada no Corredor Verde Trinacional - https://bit.ly/2Vi8VUf Parceria entre WWF-Brasil e Curicaca na conservação da onça-pintada é renovada - https://bit.ly/3jdJ0ov Instituto Curicaca realizou doação de equipamentos de segurança e monitoramento para agentes do Parque Estadual do Turvo - https://bit.ly/3ikun3A A melhor vacina é proteger a vida: como denunciar - https://bit.ly/2VrcXsY