Buscar

Conselhos da APA da Rota do Sol e da ESEC de Aratinga definem formas de trabalho

A Primeira Assembleia Geral dos Conselhos da Área de Proteção Ambiental (APA) da Rota do Sol e da Estação Ecológica (ESEC) de Aratinga, realizada no dia 8, trouxe boas perspectivas para a atuação colegiada na gestão das Unidades de Conservação. A motivação dos conselheiros presentes, que foram empossados na ocasião, é um importante fator para a efetividade do trabalho do grupo.


Ao longo do dia, foram levantados alguns temas importantes e que devem ser trabalhados no Conselho para o bom funcionamento das duas áreas protegidas. O fortalecimento dos sistemas agroflorestais na região, a proteção das nascentes e sua importância para o uso da água na bacia hidrográfica do rio Tramandaí, o grande passivo na regularização fundiária da ESEC e o uso do fogo para o manejo do campo foram alguns deles. O compromisso de cada conselheiro a partir de agora é internalizar a discussão no âmbito da instituição a qual representa para que sejam elencadas as questões prioritárias a serem trabalhadas.


Deverá ser definida também a melhor forma para o entendimento do grupo em relação aos planos de manejo das duas Unidades de Conservação, existentes desde 2009. Ainda neste ano será realizada mais uma reunião para que seja criado o regimento interno de ambos os Conselhos e para definir as pautas que deverão ser tratadas em 2013.


A criação dos Conselhos foi determinada em junho deste ano. Este primeiro encontro mostrou que há muito a ser feito e que esses importantes fóruns podem colaborar significativamente para a efetividade das Unidades de Conservação.



CURIO1.png