Buscar

Carta aberta à sociedade gaúcha pela proteção do Pampa

O bioma Pampa, que no Brasil só ocorre no Rio Grande do Sul, está passando por uma situação muito difícil, com graves perdas de seus ambientes naturais, sua riqueza biológica e cultural. Se não modificarmos esse rumo, com urgência, perderemos a principal identificação do povo gaúcho e seremos responsável pelo empobrecimento da diversidade brasileira.



Um conjunto de instituições reuniu-se para formar a Coalizão pelo Pampa com o intuito de alertar para o problema, fazer críticas cientificamente embasadas às políticas destrutivas e à inações de órgãos públicos que vêm causando essas graves perdas e apresentar as soluções. Faz isso construindo coletivamente diretrizes e ações que precisam ser urgentemente adotadas para a conservação e o uso sustentável do bioma.


Tendo sido lançada no evento "E os nossos biomas tchê?", realizado pelo Assembleia Legislativa, a Coalizão pelo Pampa, o Instituto Curicaca e a Coalizão CostaMarSul, o documento pode ser agora acessado por toda a sociedade e por aqueles parlamentares, candidatos em 2022, membros do Executivo e do Judiciário que estejam dispostos a assumir compromissos de curto e médio prazo para salvar o nosso Pampa.


Baixe e veja a Carta na íntegra aqui. Divulgue junto àqueles que considera interessados e podem se comprometer. Veja se os candidatos em 2022 estão assumindo nas suas plataformas posturas alinhadas com o que estamos apresentando. Faça parte dessa mobilização pelo Pampa.


Carta Aberta - Coalizão Pampa_1julho2022
.pdf
Download PDF • 2.87MB